quarta-feira, 20 de maio de 2015

Agora a sério... é mesmo para continuar!?

Por Factos de Treino




Há cerca de um ano (a vontade que eu tenho de dizer "atrás"...), fui convidado para me juntar a um grupo de ilustres desconhecidos que iriam contar histórias verdadeiras e que nos parecessem suficientemente interessantes para ser contadas num palco em frente a umas dezenas de pessoas. Lá me disseram que eu era o maior... que adoravam as coisas que eu escrevia... que haveria uma quantidade considerável de mulheres vuluptuosas nos bastidores disponíveis para alguns "favores de ocasião"... enfim, o normal.

E eu lá fui.

Quando chego, reparo que o grupo de ilustres desconhecidos era composto por actores, cantoras, publicitários afamados, comediantes com longas carreiras, etc... Ah! e eu. Sem perceber porque raio estava ali mas convencido que era tarde demais para recuar.

Praticamente um ano depois, convidam-me para escrever no Desblogue.
"Aah e tal... gostamos do que escreves, não temos mulheres vuluptuosas mas temos boa vontade, vamos ter mais uma malta simpática a escrever connosco, basta um texto pro semana, etc etc...". E o idiota cai novamente nesta cantiga.

Agora, tarde e más horas, em frente ao computador, cansado do trabalho que me ocupou até estas horas e sem qualquer ideia sobre o que escrever, resolvo passar os olhos pelo que se tem passado no tal Desblogue. E para quê!?? Para descobrir textos deliciosos, gente que sabe realmente escrever, malta que não anda cá a encher chouriços com histórias da treta... e eu.

Uma vez mais, sem perceber exactamente porquê.
Bom... resta-me começar a ler mais e melhor. Instruir a mente e o vocabulário para que possa impressionar já na próxima semana. A partir de agora só vou ler os grandes clássi... OOHH LÁÁÁÁÁ!!!! E não é que está a começar uma pornochachada daquelas manhosas num dos canais de cabo... huumm...

...os clássicos podem esperar.

2 comentários:

  1. Tu tens o essencial e não precisas fazer muito mais que isso. O teu sentido de humor, absolutamente delicioso é o essencial.
    É um nicho de mercado. As pessoas precisam mais de humor do que de respirar.
    Não me lembro de ler um post teu (e já lá vão uns) sem piscar o olho e pensar que sim senhora, que deves ser uma granda companhia para comer uns caracóis.

    ResponderEliminar